Sábado, 20 de Julho de 2024
22°C 36°C
Uruará, PA
Publicidade

Uruará: Réu é condenado a 20 anos de prisão por matar mulher e fraudar processo

A vítima, Amanda da Silva, foi morta estrangulada com uma corda

05/06/2024 às 10h04 Atualizada em 06/06/2024 às 10h41
Por: Joabe Reis Fonte: Gazeta Real
Compartilhe:
Uruará: Réu é condenado a 20 anos de prisão por matar mulher e fraudar processo

Após três anos e meio do crime ocorrido, a justiça julgou e condenou o marido acusado de matar a esposa enforcada na cidade de Uruará (PA). No julgamento realizado nessa terça-feira, 04/06, no Tribunal do Júri da Comarca de Uruará, o réu Vandeilson Fernandes Lima, acabou condenado a 20 anos de prisão pelos crimes de feminicídio e fraude processual. O réu foi considerado culpado pela morte de sua esposa, Amanda da Silva, de 38 anos, acontecida na noite de 1 de janeiro de 2021.

Vandeilson foi julgado conforme a incidência penal conferida pelo artigo Art. 121, parágrafo 2°, inciso VI e Art. 347 do Código Penal Brasileiro. A defesa afirmava que a vitima tinha cometido suicídio. Os jurados acolheram a tese de acusação de crime de feminicídio do Ministério Público e assim o réu acabou condenado.

Réu condenado, quando foi preso na época do crime

Vandeilson Fernandes Lima que nos dias atuais vive em liberdade, esteve presente durante o julgamento. Ele passou a primeira fase do processo, preso, mas depois foi solto e irá recorrer do julgamento em liberdade.

Amanda, vítima do crime

Amanda da Silva, de 38 anos, foi encontrada estrangulada e sem vida na noite de sexta-feira, 01/01/2021, no interior da residência onde ela morava. Segundo as informações levantadas pela Polícia Civil, o marido Vandeilson tirou a vida da companheira por volta das 21h20 dentro de uma casa da Rua Vale do Xingu, esquina com a Castro Alves. Na época Vandeilson acabou preso em flagrante.

Para a polícia na época do crime o suspeito, em depoimento, disse que a esposa teria se enforcado. Mas pela cena encontrada no local, Vandeilson teria usado uma corda para matar a mulher. Foi encontrado, ainda, na casa, material utilizado para consumo de crack.
Vandeilson  foi sentenciado a 19 anos prisão pelo crime de feminicidio e 1 ano de prisão por fraude processual, ambos em sistema de regime fechado.

Outro Tribunal do Juri

Na próxima sexta-feira, 07/06, haverá mais um julgamento no Tribunal do Júri. Sentará no banco dos réus o nacional, Marcedônio Teixeira do Amaral, o qual será julgado pelo crime de homicídio qualificado por recurso fútil que impossibilitou a defesa da vitima. Crime ocorrido no dia 23 de janeiro de 2022 na cidade de Placas (PA).

Novo Promotor de Justiça

Já está atuando no município de Uruará o novo Promotor de Justiça titular da comarca de Uruará, Dereck Vasconcelos, desde o dia 22 de abril de 2024, atendendo a população.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Economia
Dólar
R$ 5,60 +0,00%
Euro
R$ 6,10 +0,00%
Peso Argentino
R$ 0,01 -0,63%
Bitcoin
R$ 395,155,48 -1,19%
Ibovespa
127,616,46 pts -0.03%
Lenium - Criar site de notícias